Conteúdo Principal
Bayer

É normal relacionar isso à falta de higiene íntima, mas pode ficar tranquila que nem sempre é sinônimo, tá? A causa da coceira vaginal pode ser desde uma reação alérgica ao material de fabricação da roupa íntima, ao seu sabonete íntimo, produtos químicos como amaciante utilizado na calcinha, o uso constante de absorventes ou inclusive ser um sinal do seu corpo de que algo está errado.

Tipos de coceira vaginal

  • Coceira na área externa: geralmente é resultado de uma alergia ou irritação (nesse caso, o recomendado é usar calcinhas de algodão e reduzir um pouquinho o uso de calças muito apertadas para não causar ainda mais irritação na área e evitar o aumento da coceira)
  • Coceira na área interna: quando a coceira é na parte interna da vagina, pode ser consequência da existência de um fungo ou bactéria na região vaginal e os sintomas mais comuns são inchaço e corrimento.

A coceira interna pode ser a candidíase também. Mas afinal, o que é isso?

Pode parecer estranho, mas a região íntima da mulher, assim como a do homem, tem um ecossistema de fungos e bactérias que fazem da vagina o seu habitat e trazem o equilíbrio químico necessário para que o órgão feminino se mantenha saudável. Quando esse ecossistema tão regradinho fica em desequilíbrio, você fica suscetível a uma infecção vaginal. A candidíase é uma infecção causada pelo Candida albicans - um fungo que já faz parte da flora vaginal e quando exposto a alguma situação adversa, como quando você está em uma fase de muito estresse ou baixa imunidade, pode se proliferar mais do que deve.

Estresse e baixa imunidade podem proliferar a candidíase

E por que coça tanto quando estou com candidíase?

A coceira vaginal durante a candidíase costuma ser a maior fonte de reclamações das mulheres e é uma resposta natural do nosso corpo quando uma região está inflamada. Como a candidíase é uma infecção causada pela proliferação de um fungo, a região afetada fica muito inflamada e acaba coçando como consequência. E às vezes parece que quanto mais você coça, mais dá vontade de coçar, né? Mas tome cuidado: é importante saber que apesar de aliviar um pouco na hora, coçar ou esfregar acaba piorando a situação, porque além de machucar a região, deixa ela mais sensível, mais inflamada e pode gerar ainda mais incômodos para você.

Tem algo que eu possa fazer para aliviar a coceira vaginal?

A resposta é sim! Se no seu caso a coceira está te incomodando, existe o Gino-Canesten® Calm, um sabonete líquido em gel especialmente desenvolvido para aliviar por até 12h a coceira vaginal. Assim, você cuida da sua higiene íntima, e se mantém livre da coceira.

Além da coceira, é essencial prestar atenção em outros sintomas para identificar se pode ser candidíase.

Mas não precisa entrar em pânico! A candidíase é mais comum do que você imagina e #VaiFicarTudoBem, basta apenas você fazer o tratamento adequado.

Cada mulher é única. Por isso, é importante sempre estar de olho no próprio corpo para saber por que ele se comporta desse jeito e descobrir quando algo não está acontecendo como deveria, #SemTabu nenhum.

O seu corpo é o seu lar e cuidando dele você cuida de você mesma! Em caso de dúvidas, consulte o seu médico.

Tags: Coceira vaginal, sintomas, saúde feminina, higiene íntima